quinta-feira, 20 de junho de 2013

Partilha Cultural de Aniversário

Data: 22 de Junho
Horário: a partir das 19h
Local: Espaço Cultural Casa Iririú
Endereço: Rua Xaxim (ao lado do nº 195) esquina com Rua Santo Amaro da Imperatriz - Iririú
Contato: Hélio 9614 9140

UMA DE CULTURA: peça de teatro Migrantes

UMA DE CULTURA: divulgando email a respeito da peça de teatro Migrantes, do grupo Dionisos Teatro
----------------------------------------

Nelson e Neusa, vindos de lugares diferentes se conhecem através de um programa de correio sentimental no rádio e constroem uma nova vida na cidade.
As memórias de migrantes na cidade de Joinville servem de inspiração para a montagem de um espetáculo que fala de coragem, medos, saudades e sonhos. De onde venho, a que lugar pertenço, o que sinto sobre o lugar onde vivo, são questões que atravessam a montagem.

Espetáculo teatral: Migrantes
Data: 22 e 23 de junho (sábado e domingo)
Horário: 20h30
Local: Galpão de Teatro da AJOTE (Rua XV de Novembro, 1383)
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia entrada para Estudantes, Professores, Idosos, Clube do Assinante AN)
Informações e Reservas: 47 3432 6654 - 9604 6691 ou dionisosteatro@netvision.com.br
          O espetáculo Migrantes teve sua estreia em 2007, fazendo várias temporadas de apresentações para escolas e público em geral na cidade de Joinville atingindo mais de 15 mil pessoas. Além de apresentar em diversos Festivais Nacionais de Teatro e recebendo os prêmios abaixo:
         Em 2010, participou do 5º FENTEPIRA – Festival de Teatro de Piracicaba, recebendo o prêmio Destaque de Intérprete para Andréia Malena Rocha.     
         Em 2009, participou do 37º FENATA – Festival Nacional de Teatro de Ponta Grossa, e recebeu as seguintes premiações: Melhor Atriz Coadjuvante (Andréia Malena Rocha), Melhor Iluminação (Hélio Muniz) E Melhor Cenário (O Grupo). Indicação De Melhor Espetáculo Adulto, Melhor Direção (Silvestre Ferreira) E Melhor Ator (Eduardo Campos).
            Em 2008, participou do 32º FESTE – Festival Nacional de Teatro de Pindamonhangaba, recebendo várias premiações: 2º Melhor Espetáculo Adulto; Melhor Atriz Coadjuvante (Andréia Malena Rocha); Melhor Iluminação (Hélio Muniz), Prêmio de Pesquisa e Melhor Cenário.  Recebeu também as seguintes Indicações: Melhor Diretor (Silvestre Ferreira); Ator (Eduardo Campos); atriz (Clarice Steil Siewert) e Sonoplastia (Lausivan Correa e Vinicius Ferreira).
         Sobre o espetáculo
Em Migrantes, continuamos com a proposta de trabalhar com memória como em outros espetáculos como "Entardecer" e "Histórias de São Chico". Desta vez com memória de migrantes da cidade de Joinville, principalmente com pessoas que fizeram parte da grande leva de migrantes que vieram para a cidade no processo de crescimento de oferta de mão de obra na indústria nos anos 70. Nosso ponto de partida foram as entrevistas existentes no laboratório de História Oral da UNIVILLE, coordenado pela professora Raquel Santiago.
Nesta montagem, nossa proposta é de não apenas contar as histórias originais, mas buscar inspiração nestas histórias para a construção poética. As histórias de vida dos entrevistados serviram como referência para a construção da cena. Questões como memória e pertencimento permeiam o trabalho de modo a construir um mosaico de memórias dos migrantes que hoje compõe esta cidade.

Patrimônio aqueológico peruano ameaçado

Saludos arqueólogos e investigadores de diferentes nacionalidades que vienen a investigar el maravilloso legado arqueológico del Perú. Somos un grupo de arqueólogos y estudiantes de arqueología peruanos quienes queríamos compartir con ustedes nuestra honda preocupación por las últimas leyes dictadas por el Gobierno Peruano que afectarán de una forma muy grave el patrimonio arqueológico de nuestro país. El gobierno de Ollanta Humala ha expedido el Decreto Supremo 054-2013-PCM que simplifica el tiempo de tramitación del Certificado de Inexistencia de Restos Arqueológicos (CIRA) que el Ministerio de Cultura solicita a todas las empresas que quieran hacer trabajos en áreas determinadas del territorio. Al simplificar este trámite anula la realización previa de un Proyecto de Evaluación Arqueológica (PEA) que era el estudio encargado de verificar si habían sitios arqueológicos o no en las áreas solicitadas, y también anula la supervisión que los mismos arqueólogos del Ministerio de Cultura hacían en estos terrenos, para verificar la existencia o no de restos. Por lo tanto ese CIRA se expedirá a partir del 1 de Junio de este año de una forma directa, sin ningún tipo de verificación en el campo de la presencia o no de sitios arqueológicos. Considerando (y es algo que ustedes han podido corroborar) la enorme densidad de asentamientos arqueológicos en todo el territorio peruano, y sumado a que lamentablemente el Ministerio de Cultura de Perú no cuenta con un catastro oficial de todos estos sitios arqueológicos, mucho menos ha determinado sus áreas de extensión, los ha delimitado e inscrito en los Registros Públicos para su protección ideal, es que consideramos que de aplicarse este Decreto se hará uno de los atentados más graves contra el patrimonio arqueológico del Perú, ya que la inmensa mayoría de sitios quedaría desprotegidos y en riesgo de destrucción, de una forma oficial por el Estado Peruano. Muchos de los sitios arqueológicos que ustedes investigan y de los cuales han dado grandes aportes a la ciencia, no sólo peruana si no también mundial, podrían quedar seriamente afectados, recortados o hasta destruidos por este Decreto y también por otro expedido después (Decreto Supremo 060-2013-PCM). Piensen también en la inmensa mayoría de sitios no monumentales pero que contienen información científica relevante (campamentos, basurales, talleres, edificaciones domésticas, cementerios, etc.) que podrían desaparecer, muchos de ellos sin siquiera saber que existieron. Es por ello que solicitamos su apoyo en la campaña que estamos organizando en Lima y en otras ciudades del país para exigir al gobierno peruano que derogue estos decretos, ya que harán un grave atentado a la cultura de nuestro país. Queríamos pedirles si podían informar e interesar a las instituciones en las cuales ustedes trabajan, universidades, museos, centros de investigación, organizaciones científicas e inclusive a los propios gobiernos de sus países para que soliciten y presionen al gobierno peruano para que derogue definitivamente estos decretos, que harán un daño irreversible al conocimiento de uno de los seis focos de civilización en el mundo. Esperamos su comprensión y su ayuda.
Muy atentamente:
COLECTIVO DEFENSA DEL PATRIMONIO - PERÚ

terça-feira, 18 de junho de 2013

TAAS 2014 (Reunión de Teoría Arqueológica de América del Sur)

Estimadas y Estimados,

Les enviamos información acerca del TAAS 2014 (Reunión de Teoría Arqueológica de América del Sur), a realizarse en Chile en octubre del próximo año, co-organizado por la Sociedad Chilena de Arqueología (SCHA) y los respectivos departamentos de la Universidad de Tarapacá, Universidad de Chile y Universidad Austral de Chile. Pronto esperamos compartir más noticias referentes al lugar del evento y otros datos logísticos, al igual que cualquier duda que surja en el trayecto. Ojalá que desde ya se animen a participar activamente, de manera individual o institucional, en algunas de las modalidades académicas propuestas o en la organización misma del TAAS. Sobre todo, esperamos que a la brevedad comiencen a  enviar sus propuestas de simposios en los ejes definidos por el comité académico del TAAS. También les pedimos que difundan esta información y la suban a sus listas de correos electrónicos, blogs y/o páginas web, con el objetivo de alcanzar una amplia convocatoria y asegurar que este TAAS sea muy exitoso.

Para cualquier consulta o información, se les solicita dirigirlas al correo: TAAS2014Chile@gmail.com

Atentamente,

Sociedad Chilena de Arqueología
Departamento de Antropología, Universidad de Tarapacá
Departamento de Antropología, Universidad de Chile
Dirección Museológica, Universidad Austral de Chile

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Fórum Estadual de Cultura

Estão abertas as inscrições para o Fórum Estadual de Cultura que objetiva a construção do Plano Estadual de Cultura de Santa Catarina.


O encontro que acontecerá nos dias 24 e 25 de junho no Centro Integrado de Cultura, em Florianópolis.


O Fórum, aberto a toda a sociedade, será a etapa conclusiva para validação das diretrizes, objetivos, estratégias e ações que comporão o Plano Estadual de Cultura. No ano de 2012 foram realizados dez fóruns regionais, e o texto base para validação é o resultado da sistematização das escutas realizadas nestes fóruns. No blog http://cultura.sc/plano/ você também pode acompanhar as matrizes validadas nos Fóruns Regionais.


Museus


É muito importante a presença dos profissionais atuantes em museus nesse processo. A partir de nossa mobilização e participação será possível inserir ações que atendam as necessidades dos espaços de memória catarinense. É uma oportunidade única para o amadurecimento no planejamento de políticas públicas para a cultura em Santa Catarina.


Portanto, leia o documento base do Plano Estadual de Cultura, disposto no blog supracitado, e venha preparado (a) para discutir, questionar e contribuir na formatação desse importante documento.


Serviço:
O que: Fórum Estadual de Cultura
Quando: 24 e 25 de junho de 2013
Horário: das 08h30 às 18h
Onde: Centro Integrado de Cultura (CIC)
Endereço: Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica – Florianópolis, SC

53ª Defesa de Dissertação do Mestrado em Patrimônio Cultural e Sociedade


quarta-feira, 12 de junho de 2013

Atividades no Rio: lançamento de livro; Seminário Projeto Inova e Pronex

No dia 05 de junho aconteceu o lançamento do livro Abordagens estratégicas em sambaquis, trabalho desenvolvido pela ENSP e o Museu Nacional, organizado por Madu Gaspar; Sheila Mendonça de Souza na Focruz, Rio de Janeiro. Neste há um capítulo intitulado "Macrovestígios arqueológicos vegetais encharcados: subsídios para resgate e conservação" de autoria de Adriana Maria Pereira dos Santos, Gina Bianchinni, Dione da Rocha Bandeira e João Carlos Ferreira de Mello Junior. Sendo a primeira e os dois últimos professores da Especialização em Arqueologia da Univille.

Houve também o evento Seminário Coordenados dos Projetos Inova e Pronex nos dias 05 e 06 de junho também na Fiocruz, que apresentou resultados dos estudos desenvolvidos em sambaquis brasileiros, principalmente no litoral do Rio de Janeiro e Santa Catarina. Foram encontradas diferenças quanto às formas de organização social e demográfica desses povos pré-históricos, além das condições de saúde, tipo de alimentação e dieta. As profª. Dione da Rocha Bandeira e Adriana Maria Pereira dos Santos apresentaram trabalhos nesta temática.

12th Conference of the International Council for Archaeozoology


12th Conference of the International Council for Archaeozoology
San Rafael, Mendoza, Argentina
September 22-27, 2014

Call for papers for proposed session:
Dairying of non Bos domesticates
Please send proposals for papers including title, short (c. 100 words) abstract and affiliation to julia.cussans@ascontracts.co.uk no later than Mon 17th June. Apologies for the short deadline but I will be away in the week prior to the session proposal deadline and need to make sure it goes in on time.
Session Abstract
In the past much of the research and debate into dairying practices, particularly in Britain, has been focused on cattle and the presence of neonate animals. Payne’s (1973) mortality models, for sheep/goats show high infant mortality as indicative of dairying inferring that the mortality patterns seen in cattle dairying herds are likely to be reflected in other domesticates exploited for dairy products. However some recent studies of sheep/goat assemblages which do not follow the Payne’s idealised mortality model for milking have been interpreted as representing dairy economies (e.g. Cussans in press). Therefore it is necessary to more closely examine the evidence for dairying in domestic species other than cattle to determine to what extent such practices were carried out and how they may be recognised in the archaeological record.
Lines of inquiry may include, but are not limited to:
Archaeozoological  case studies, particularly including age and sex profiles
Ethnographic case studies
Isotopic analyses
Lipid residue analyses
Artefact studies
Studies of any non Bos species from all around the world are welcomed
Cussans, J.E.M. In press. Animal Bone. In I. Armit and J.T. McKenzie (eds.) An Inherited Place: Broxmouth hillfort and the southeast Scottish Iron Age. Society of Antiquaries of Scotland Monograph Series
Payne, S. 1973, ‘Kill-off patterns in sheep and goats: the mandibles from Aşvan Kale’, Anatolian Studies 23, 281-305
Session organisers
Julia E. M. Cussans (Archaeological Solutions ltd.) julia.cussans@ascontracts.co.uk
Jacqui Mulville (Cardiff University) MulvilleJA@cardiff.ac.uk

ICAZ Neotropical Zooarchaeology Working Group (NZWG)

Call for Papers - ICAZ 2014 proposed Session: Neotropical Zooarchaeology
12th International Conference of the International Council for Archaeozoology
San Rafael, Mendoza, Argentina
September 22-27, 2014

Fellow researchers,

We are calling for contributions for a proposed 2014 ICAZ symposium on Neotropical Zooarchaeology, which would also stand as the 2nd Academic Meeting of the ICAZ Neotropical Zooarchaeology Working Group (NZWG). Those interested in participating should please contact any of the NZWG Coordinators by June 25, 2013: Pablo M. Fernández, pfernand@retina.ar; Mariana Mondini, mmondini@filo.uba.ar; A. Sebastián Muñoz, amunoz@filo.uba.ar

A number of particularities that characterize the Neotropics -the biogeographic region ranging from southern North America to southern South America and adjacent islands- are relevant to understanding the diversity and evolution of human-animal interactions through time, as well as the properties of the resulting archaeofaunal record. The mission of the Neotropical Zooarchaeology Working Group (NZWG) is to offer a forum where people can meet from any country interested in these research problems. And so is the spirit of the proposed session.

This follows up a tradition started by two of us at the 2006 ICAZ International Conference, when the first session on Neotropical Zooarchaeology and Taphonomy was organized, most of which was then published in Quaternary International volume 180(1), 2008. Then a similar session was organized at the 2010 ICAZ International Conference by T. Wake. At the same Conference, the ICAZ Neotropical Zooarchaeology Working Group (NZWG), which had recently been approved, held its first meeting. And in 2012, the NZWG held its first academic meeting in Santiago de Chile, and the papers there presented are to be submitted to the Etnobiología journal. The NZWG working group has been growing ever since its beginning at the last ICAZ International Conference and has now nearly 120 members.
If you are interested in the proposed session and/or in joining the NZWG, don´t hesitate to contact us!

Kind regards,

Session Organizers / NZWG-ICAZ Coordinators

Pablo M. Fernández (CONICET - INAPL, pfernand@retina.ar)
Mariana Mondini (IDACOR, CONICET - UBA, mmondini@filo.uba.ar)
A. Sebastián Muñoz (IDACOR, CONICET - UNC, amunoz@filo.uba.ar)

Day of Archaeology 2013

Mensagem de email recebida pela World Archaeological Congress (WAC). Muito interessante a proposta! O que vocês acham de realizar alguma coisa para o "Day of Archaeology"?
 
Dear colleagues,
 
We are looking for people who work, study or participate in archaeology, from anywhere in the world to take part in the blogging volunteer project "Day of Archaeology".  The Day of Archaeology project aims to provide a window into the daily lives of archaeologists from all over the world. The project asks archaeologists working, studying or volunteering in the anywhere in the world to participate with us in a “Day of Archaeology” each year in the summer by recording their day and sharing it through text, images or video on the website: www.dayofarchaeology.com. The resulting Day of Archaeology project demonstrates the wide variety of work our profession undertakes day-to-day across the globe, and helps to raise public awareness of the relevance and importance of archaeology to the modern world. We want anyone with a personal, professional or voluntary interest in archaeology to get involved, and help highlight the reasons why archaeology is vital to protect the past and inform our futures.
 
The project is run completely for free by a team of volunteers who are all professional archaeologists, working at museums, universities and in commercial archaeology in the UK, Spain and North America. Taking part in the project is completely free and requires little knowledge of blogging or internet technologies. The whole Day of Archaeology project relies on goodwill and a passion for public engagement!  The first ever Day of Archaeology in 2011 was held on the 29th July 2011 and had over 400 contributing archaeologists, from those working in the field through to specialists working in laboratories and behind computers. The second Day of Archaeology took place on the 29th July 2012, and over 300 archaeologists took part.
 
This year, in 2013, the Day of Archaeology will be held on Friday 26th July 2013. If you are interested in taking part, please register your details, or ask any questions by emailing us at dayofarchaeology@gmail.com. We hope you can join us!

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Palestra - Arqueologia e Antropologia

Unitins promove palestra com professora da Sociedade Europeia de Antropologia Forense

A arqueologia e a antropologia estarão em foco na Unitins – Fundação Universidade do Tocantins na próxima semana com orientações e palestra. Entre os dias 10 e 15 de junho, a instituição vai receber a antropóloga física Drª Eugênia Maria Guedes Pinto Antunes da Cunha, professora catedrática presidente da Sociedade Europeia de Antropologia Forense e coordenadora do Mestrado em Evolução e Biologia Humana da Faculdade de Coimbra – Portugal.
A antropóloga estará no NUTA – Núcleo Tocantinense de Arqueologia da Unitins para orientar nas análises dos vestígios fósseis humanos das urnas funerárias resgatadas pelas pesquisas arqueológicas, realizadas pelo NUTA no Tocantins. Além disso, ela também ministrará uma palestra, com o tema "Análise Antropológica de Ossos Humanos de Contextos Arqueológicos", às 19h30, no dia 11 de junho, no auditório do NUTA, em Porto Nacional, que fica no Anel Viário, Rodovia TO-050, Qd.20, Lt. 65, Jardins dos Ipês. Para participar da palestra, os interessados devem fazer inscrição no link https://docs.google.com/forms/d/1WO6sjfSt4sLhAnRwfEwTd1JGlhuOphPf_n-PFOy_WH4/viewform ou pelo telefone (63) 3363-1265.

sábado, 8 de junho de 2013

MOÇÃO DE APOIO AOS TERENA DE BURITI E A TODOS OS POVOS INDÍGENAS QUE LUTAM POR SEUS DIREITOS TERRITORIAIS NO BRASIL

Jorge Eremites de Oliveira7 de Junho de 2013 13:43
MOÇÃO DE APOIO AOS TERENA DE BURITI E A TODOS OS POVOS INDÍGENAS QUE LUTAM POR SEUS DIREITOS TERRITORIAIS NO BRASIL O colegiado do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal de Pelotas, reunido no dia 7 de maio de 2012, considerando: - Que o Estado Brasileiro não cumpriu com o que determina o Art. 67 da Constituição Federal de 1988: "A União concluirá a demarcação das terras indígenas no prazo de cinco anos a partir da promulgação da Constituição". Esta situação é conhecida para todo o território nacional e também explica o prolongamento e o acirramento de muitos conflitos pela posse da terra envolvendo comunidades indígenas e setores contrários a seus interesses. - Que a política indigenista oficial tem sistematicamente violado os direitos dos povos indígenas, inclusive por meio do descumprimento de leis internacionais das quais o país é signatário. Este é o caso da Convenção nº 169 da OIT, de 1989, sobre os direitos fundamentais dos povos indígenas e tribais, aprovada pelo Congresso Nacional em 2002 e promulgada pela Presidência da República em 2004. Exemplo disso é o que ocorreu durante o licenciamento ambiental da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, quando os povos indígenas afetados pelo empreendimento não foram prévia e devidamente consultados sobre o projeto. - Que o Governo Federal, por meio da Casa Civil, tem sistematicamente promovido a desqualificação da FUNAI e dos estudos antropológicos feitos para a identificação e delimitação de terras indígenas. Esta postura é típica de regimes de exceção, gera insegurança jurídica aos povos indígenas e denota uma postura colonialista norteada pelos paradigmas da assimilação e do desenvolvimento econômico a qualquer custo, subordinando poderes constituídos na República a interesses do movimento ruralista e seus aliados. - Que os estudos para a ampliação dos limites da Terra Indígena Buriti, localizada nos municípios de Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti, em Mato Grosso do Sul, foram devidamente concluídos e publicados em 2001, constituindo-se em um ato administrativo perfeito. Além disso, respeitando o direito ao contraditório, a área foi objeto de perícia judicial que concluiu se tratar de terra de ocupação tradicional indígena, conforme estabelece o Art. 231 da Carta Constitucional. - Que no dia 30 de maio de 2013 o indígena Oziel Gabriel, 35 anos, foi morto por policiais enviados para a área de conflito para fazer cumprir um mandado de reintegração de posse dentro da própria Terra Indígena Buriti. Naquele mesmo dia outros indígenas também foram feridos por policiais a servido do Estado Brasileiro. Posteriormente, no dia 04 de junho de 2013, o indígena Josiel Gabriel Alves, 34 anos, primo de Oziel Gabriel, foi baleado nas costas por pessoas identificadas pelos Terena como "pistoleiros" a serviço de fazendeiros da região, correndo o risco de ficar com sequelas neurológicas. Vem a público manifestar seu apoio e solidariedade aos Terena da Terra Indígena Buriti e a todos os povos indígenas que lutam por seus direitos territoriais no Brasil. Nosso posicionamento se dá em defesa da vida humana, pela regularização das terras indígenas existentes no território nacional e em repúdio a qualquer tipo de violência cometida contra os povos e comunidades tradicionais no Brasil. Por este motivo, esperamos que a justiça haja com rigor na apuração dos crimes cometidos contra os Terena e defendemos o cumprimento dos Art. 231 e 232 da Constituição Federal de 1988, bem como da Convenção 169 da OIT, sem os quais não é possível existir no país o Estado Democrático de Direito. Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, 7 de junho de 2013.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

XVII Congresso da União Internacional das Ciências Proto e Pré-históricas (UISPP)

Colegas:

Temos o prazer de chamar a atenção para a celebração do XVII Congresso da União Internacional das Ciências Pré-históricas e Proto (UISPP). Este Congresso será realizado em Burgos / site de Atapuerca (Espanha), entre 1 e 7 de Setembro de 2014. O segundo Boletim eo cartaz do Congresso são anexados a este e-mail.
É aconselhável fazer reserva INSCRIÇÃO até 15 de julho de 2013, mediante o pagamento de 50 (cinquenta) euros na conta bancária da conferência. Esse valor é o mesmo para todas as categorias de inscrição.

Resumo das datas importantes:

15 de julho, 2013: Prazo para inscrição sem variação de preço de reserva
30 de abril de 2014: prazo para a apresentação de comunicações orais e pôsteres
15 de maio de 2014: Prazo para propostas de sessões
31 de maio de 2014: Prazo para indicar qual a sessão que deseja assistir
Julho 2014: 3 º Congresso
28 de agosto de 2014: prazo final
01-7 setembro de 2014: Congresso data
2015-2016: publicação das actas das reuniões

Você pode obter mais informações e formulários de inscrição e propostas para www.burgos2014uispp.es a página oficial da UISPP Congresso.

Dados técnicos uispp2014@viajeseci.es

Informação Científica: uispp2014 @ fundacionatapuerca. es

Sinceramente

Eudald Carbonell

Dear colleagues,

We would like to recall you about the celebration of the XVII Congress of the International Union for Prehistoric and Protohistoric Sciences (UISPP). This congress will take place in Burgos/Atapuerca site (Spain), between the 1st  and the 7th of September 2014. Please find attached to this e-mail the second Congress bulletin, and the Congress' poster, are attached to this mail.
We recommend that you make your REGISTRATION RESERVATION not later than the 15th of July, 2013, by transferring fifty (50) Euros to the Congress bank account.

Important dates:

15 July 2013: deadline to reserve registration without variation in prices
30 April 2014: deadline to propose oral communication and/or posters
15 May 2014: deadline to propose sessions
31 May 2014: deadline to indicate in which session you want to take part
July 2014: 3rd Congress Bulletin
28 August 2014: deadline for registrations
1-7 September 2014: congress dates
2015-2016: publication of the Sessions Proceedings

Please find more information, as well as registration and proposal forms at www.burgos2014uispp.es, the official congress UISPP website

Technical information: uispp2014@viajeseci.es

Scientific information: uispp2014@fundacionatapuerca.es

Best regards

Eudald Carbonell

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Mini-curso de Zooarqueologia

Nos dias 08 e 09 de junho acontecerá na Semana do Biólogo, evento anual elaborado pelo CABio, Departamento de Ciências Biológicas Univille, o mini-curso de Zooarqueologia, ministrado pelo prof. convidado Claudio Ricken, por prof. Dione da Rocha Bandeira, e acadêmico Thiago Fossile, como monitor.





Tópicos abordados
·                    Preparação de uma coleção de referência - métodos de coleta, preparação e limpeza
·                    O esqueleto dos vertebrados. ossos e dentes - esqueleto axial e apendicular de mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes.
·                    Recuperação e armazenamento de material zooarqueológico. Procedimentos para coleta de dados zooarqueológicos.- métodos de coleta, preparação e limpeza.
·                    Métodos de quantificação de material zooarqueológico - Os índices NISP, MNI e MNE aplicados ao material coletado.
·                    Tafonomia: modificações naturais e culturais em vestígios arqueológicos. 
·        Uso do software ArchaeoBones. disponível em: http://www.archaeobones.com.br/
 

 Aproveitem a oportunidade de ter um curso neste assunto por aqui. Uma vez que dificilmente acontece cursos neste aspecto no Brasil. O assunto é interessante e mesmo que não sigam na área, vale o conhecimento da existência da zooarqueologia

Livro: História da Saúde em Santa Catarina: instituições e patrimônio arquitetônico (1808-1958)

No próximo dia 12 de junho, às 20h30, no Anfiteatro 1 da Univille, haverá o lançamento do livro:  História da Saúde em Santa Catarina: instituições e patrimônio arquitetônico (1808-1958), de Ana M. G. Albano Amora (organizadora), doutora em planejamento urbano e regional e professora da UFRJ e da Fiocruz